quarta-feira, 3 de outubro de 2007

E esta hein???? "Governador brasileiro proíbe utilização do gerúndio"

"A decisão de um governador brasileiro de limitar a utilização do gerúndio, por ser uma forma verbal associada à ineficiência, é considerada por linguistas portugueses como unicamente política, visto que é uma construção verbal existente no português."

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, demitiu por decreto o uso do gerúndio nos órgãos do governo e proibiu o uso do gerúndio para desculpa de ineficiência.

O político alegou que perdeu a paciência com alguns assessores que estão sempre «fazendo, providenciando, estudando, preparando, encaminhando», mas nunca concluem um trabalho ou estabelecem um prazo para a sua finalização.

José Mário Costa, jornalista e responsável pelo site Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, disse à agência Lusa que a medida adoptada só pode ser vista como «simbólica» e com «piada».

Também a professora e linguista Regina Rocha, do Ciberdúvidas, considera que o decreto apenas é válido num contexto político. «O gerúndio é uma forma verbal que sugere duração e prolongamento da acção» e é uma «construção que vem do português antigo», acrescentou.

Estes dois especialistas recordam que em Portugal o gerúndio caiu em desuso, utilizando-se, em seu lugar, o infinitivo. «Ou seja, em vez de dizermos 'estou fazendo', dizemos 'estou a fazer'», exemplificou.

Regina Rocha esclareceu que a própria fonética dos verbos conjugados no gerúndio transmite a ideia de prolongamento, dado que têm mais sílabas.

Sobre a ideia do governador brasileiro, José Mário Costa defendeu a existência de orientações do ponto de vista ortográfico a serem seguidas, nomeadamente pelas entidades públicas, jornais e televisões.

O jornalista deu como exemplo o erro comum de abreviar os números ordinais.

Lusa/SOL (in http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Internacional/Interior.aspx?content_id=58704)

5 comentários:

juanlusz disse...

Olá Sílvia, tudo bem? De novo na fria Alemanha?
Sou o Juanlusz, de Mérida. Gostei muito da tua palestra, prática e divertida, sim senhora.
Aproveito a ocasião para dizer que está demorando (no gerúndio :-)muito tempo trocar o meu antigo blogue pelo novo.
Um abraço e até breve.

Anônimo disse...

LAMBE BOTAS RIDICULA

inominável disse...

olá anónimo/a querido/a!

deixa os teus dados e blogue pessoal para eu poder retribuir os elogios...

na viagem, ainda ficas com as botas a luzir, ahn???

São disse...

Estou entontecendo ou está o político brasileiro ficando atontado?
Quem se esconde em anonimatos está sendo cobarde desde o nascimento...

Anônimo disse...

tá louco irmão ........baita troxa esse cara ..ooo ...o bom é que esse pentelho já parou com isso...ainda bem né ...por mimm que continuem andando, fazendo , participando, cagando...ou sei lá o que for fazer ...sempre ando endo e indo ...\O/..abração